fbpx

Publicado em: 8 de junho de 2021


IMUNIZAÇÃO: Quais são as vacinas obrigatórias no Brasil?

No dia 9 de junho, é comemorado o Dia Nacional da Imunização. Este dia foi criado no Brasil para chamar atenção da sociedade para a importância da vacinação. Esta é uma eficaz maneira de combater doenças que acometem diversos públicos, como caxumba, tétano, sarampo, gripe, entre outras.
 
No Brasil, existe um Calendário Nacional de Vacinações, que foi instituído através do Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde. A ideia é manter um leque de vacinas anualmente para proteger pessoas de todas as idades. São ofertados gratuitamente mais de 40 diferentes imunobiológicos para a população.
 
Veja quais são as vacinas obrigatórias no Brasil:

Você também pode gostar de ler sobre:

VACINAS PARA CRIANÇAS

  • BCG: Proteção contra formas graves da tuberculose. Deve ser tomada após o nascimento, na maternidade, em apenas uma dose.
  • Poliomielite: Proteção contra a paralisia infantil. É aplicada via oral, em gotas. Devem ser tomadas três doses, com sessenta dias entre cada uma. A primeira dose pode ser feita a partir dos 2 meses de idade.
  • Tetravalente: Proteção contra difteria, tétano, coqueluche e meningite causada pela bactéria Haemophilus. Devem ser tomadas três doses, com sessenta dias entre cada uma. A primeira dose pode ser feita a partir dos 2 meses de idade. É necessário receber a dose da vacina dupla adulto aos dez ou onze anos de idade.
  • Tríplice viral: Proteção contra o sarampo, a rubéola e a caxumba. Deve ser tomada a partir dos 12 meses de idade, em uma dose única. Recomenda-se tomar o reforço sempre que ocorrerem campanhas para vacinação contra o sarampo.
  • Hepatite B: Proteção contra a hepatite B, a vacina deve ser tomada em três doses – na maternidade, com 1 mês e aos 6 meses.
  • Febre amarela: Proteção contra a febre amarela, deve ser tomada aos 6 ou aos 9 meses, dependendo da região em que a criança vive. A vacina é de apenas uma dose, mas o reforço deve ser realizado a cada 10 anos.

VACINAS PARA ADULTOS

  • Tétano e difteria: O reforço deve ser realizado a cada 10 anos.
  • Febre amarela: O reforço deve ser realizado a cada 10 anos. A vacina também é necessária para aqueles que irão viajar para áreas endêmicas. Nesse caso, a vacinação deve ser feita com 10 dias de antecedência à viagem.
  • Influenza: Proteção contra gripe. Deve ser tomada anualmente pelos grupos de risco (doentes crônicos, profissionais da saúde, professores, crianças, gestantes, mães em até 45 dias após o parto, povos indígenas, pessoas com deficiência, funcionários do sistema prisional, jovens de até 21 anos que estão sob medidas socioeducativas ou em privação da liberdade e profissionais de segurança e salvamento).

Caso não tenha tomado as vacinas indicadas durante a infância, o adulto deve tomá-las assim que possível.

VACINAS PARA IDOSOS

  • Influenza: Proteção contra gripe. Deve ser tomada anualmente.
  • Pneumococo: Proteção contra a pneumonia. Deve ser tomada em dose única, com reforço após 5 anos.

 

Fonte: Ministério da Saúde; Família SBIM; HSL, BVSMS

Compartilhe também:

Você pode gostar de ler também

Cuidados importantes com a saúde no inverno

Cuidados importantes com a saúde no inverno

Sim, estamos no inverno! Mesmo que, no Brasil, em muitas regiões a estação do ano não seja tão prevalente, é preciso tomar alguns cuidados com a saúde. O frio, somado à baixa umidade do ar e à maior c...

x

Precisando da 2ª via do boleto?

Digite o CNPJ e retire a 2ª via de boleto

Campo de preenchimento obrigatório

Boletos vencidos podem ser pagos em qualquer banco.