fbpx

Publicado em: 18 de outubro de 2021


Outubro Rosa: 5 famosas que venceram o câncer de mama

Buscando propagar conhecimentos genuínos e científicos, refutar mitos e divulgar informações esclarecedoras sobre o câncer de mama, no início dos anos 90, foi criada a campanha do Outubro Rosa. O movimento teve origem nos Estados Unidos e, aos poucos, se espalhou ao redor do mundo.

Atualmente a data vem sendo celebrada todo ano com o principal objetivo de conscientizar a população acerca da doença e diminuir o temor associado à mesma — disseminando informações sobre métodos de prevenção como o autoexame (recomendado para pessoas de todas as idades), a mamografia de rastreamento (recomendada para mulheres na faixa etária de 50 a 69 anos) e também os métodos de tratamento.

Você também pode gostar de ler sobre:

Sobre o câncer de mama

O câncer de mama surge quando ocorre uma multiplicação de células anormais da mama, que se reproduzem de forma desordenada e dão origem aos tumores – que podem ser benignos ou malignos. No mundo, este é o segundo tipo mais comum de câncer. No Brasil, é o câncer com o maior índice de mortalidade entre a população feminina.

É uma doença que acomete majoritariamente as mulheres, mas que também é capaz de atingir os homens; que representam cerca de 1% dos casos diagnosticados.

Pesquisas apontam que muitas pessoas, por medo ou falta de informação, ainda não se sentem confortáveis para falar sobre o assunto, o que acaba atrasando o diagnóstico.  Em vista disso, é importante ressaltar que detectá-lo precocemente pode fazer a diferença no tratamento da doença, uma vez que quando percebido ainda nos estágios iniciais, aumentam-se as chances de cura.

O risco de desenvolver a patologia aumenta conforme a idade, onde a maior parte dos casos se dá a partir dos 40 anos. No entanto, também é possível a ocorrência de casos precoces, visto que não há uma causa única para o desenvolvimento da doença.

Grande parte dos casos de tumores nas mamas estão associados a fatores externos, diretamente ligados à alimentação, ao tabagismo, o consumo de bebidas alcoólicas, sedentarismo e, principalmente, à obesidade — mas também podem ser causados por fatores hereditários/genéticos.

Sintomas e sinais do câncer de mama

O câncer de mama, assim como muitos outros tipos de cânceres, apresenta sinais e sintomas ainda nas fases iniciais, portanto tenha em mente quais são eles:

  • Nódulos fixos e geralmente indolores;
  • Alterações nos mamilos;
  • Pequenos nódulos nas axilas ou no pescoço;
  • Pele avermelhada, retraída ou com uma textura diferente;
  • Saída de líquidos anormais de uma das mamas.

Famosas que venceram o câncer de mama

O câncer de mama não escolhe status ou classe social, tanto, que parte das pessoas acometidas por essa doença são figuras públicas, que após vencerem o período conturbado, usam de sua influência para transmitir mensagens de coragem para outras mulheres que estejam passando pela mesma situação. Dentre elas, temos:

Elba Ramalho

Foto: Reprodução Instagram

Elba Maria Nunes Ramalho é uma cantora, compositora e atriz brasileira. Nascida na zona rural do estado da Paraíba, em 1951.

No ano de 2010, aos 59 anos de idade, Elba Ramalho foi diagnosticada com câncer de mama. A cantora conta que passava por um forte tratamento de reposição hormonal quando percebeu um pequeno nódulo nos seios e então procurou ajuda profissional. Após alguns exames, confirmou-se a suspeita.

Elba conta que foi diagnosticada ainda nos estágios iniciais, e afirma que a descoberta precoce fez toda a diferença. Ela enfrentou o tratamento de modo otimista; fez radioterapia e retirou um pedaço da mama.  Não sendo necessária a realização de sessões de quimioterapia, porque o câncer era de origem hormonal.

Patrícia Pillar

Foto: Reprodução Instagram

Aos 38 anos, a atriz, apresentadora, diretora e produtora nascida em Brasília, venceu o câncer.

Cerca de vinte anos atrás, em dezembro de 2001, Patrícia Pillar foi diagnosticada com a Doença de Paget, que é um tipo raro de câncer de mama. A doença se instalou nos mamilos e ela suspeitou que se tratava apenas de uma simples dermatite.

Na época, a celebridade fez questão de tornar público e falar abertamente sobre sua condição. Patrícia conta que seu caso foi grave, uma vez que a doença se espalhou e houve a metástase (formação de uma nova lesão tumoral a partir de outra, mas sem continuidade entre as duas) para os ossos. Para tratar a enfermidade, além de ter sido submetida a muitas doses de quimio e radioterapia, ela também passou por cirurgia. Hoje ela se encontra curada.

Ana Furtado

Foto: Reprodução Instagram

Em março de 2018, aos 44 anos de idade, Ana Furtado foi diagnosticada com câncer de mama e tornou-se símbolo da luta desde então.

A apresentadora conta que descobriu a doença através do autoexame e afirma que o primeiro passo para a cura é estar atenta à própria saúde e realizar exames de rotina.

Em outubro de 2019, Ana fez uso de suas redes sociais para comemorar sua vitória. Após passar pela cirurgia de retirada do tumor e algumas sessões de quimioterapia, ela alcançou a cura. Hoje faz questão de usar a sua voz e influência para conscientização acerca do tema.

Joana Fomm

Foto: Reprodução Instagram

No ano de 2007, Joana Fomm recebeu seu diagnóstico de câncer de mama. Na época, tinha 68 anos de idade.

A atriz enfrentou um duro tratamento para combater a patologia, onde além da quimioterapia, também teve que passar por uma dupla mastectomia, pois tinha três tumores em um seio e dois no outro. Joana revelou ainda que colocou próteses de silicone nos seios, mas ficou insatisfeita com o resultado.

Hoje a atriz se encontra com 82 anos e segue livre do câncer.

Angelina Jolie

Foto: Divulgação

Em 2013, a atriz Angelina Jolie chocou o mundo e gerou muita polêmica após declarar que realizou uma dupla mastectomia preventiva, retirando ambos os seios.

Após ouvir de seus médicos que tinha 87% de chances de sucumbir aos males do câncer de mama, devido ao seu histórico genético, a atriz optou por minimizar os riscos enquanto podia. Ela afirma que não foi uma decisão fácil, mas se sente feliz por tê-la tomado e que isso não diminui a sua feminilidade.

Não importa se você é famosa ou não, o importante mesmo é se cuidar. Ao notar quaisquer sinais e/ou alterações em seu corpo, procure um especialista. A prevenção é a melhor maneira de luta contra o câncer de mama.

 

Fonte: INCA

Compartilhe também:

Você pode gostar de ler também

Diabetes: Conheça os seus tipos e possíveis sintomas

Diabetes: Conheça os seus tipos e possíveis sintomas

Diabetes Mellitus é uma doença crônica, caracterizada quando o corpo não produz insulina o suficiente ou quando não consegue utilizar corretamente a que produz — A insulina é um hormônio produzido no ...

x

Precisando da 2ª via do boleto?

Digite o CNPJ e retire a 2ª via de boleto

Campo de preenchimento obrigatório

Boletos vencidos podem ser pagos em qualquer banco.