Publicado em: 27 de novembro de 2019


Cartilha do homem: cuidando da saúde masculina

Novembro é o mês escolhido para a conscientização dos cuidados da saúde masculina. Prevenção oncológica, saúde mental, doenças crônicas (hipertensão, diabetes), cardiovasculares, infecções sexualmente transmissíveis, são pontos que precisam ser observados por eles constantemente.

Por isso, todos os anos, a campanha Novembro Azul segue sendo abordada em diversos países, priorizando a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de próstata, entre outras patologias.

Abaixo pontuamos algumas considerações da cartilha do Ministério da Saúde feita exclusivamente para eles.

Temas básicos da saúde do homem

Para conseguir alcançar o seu objetivo macro, que é ampliar e melhorar o acesso da população adulta masculina – 20 a 59 anos – à informação de qualidade e aos serviços de saúde no Brasil, a Política Nacional de Saúde do Homem atua a partir de cinco (05) pontos temáticos de grande importância:

Acesso e Acolhimento – reorganizar as atividades de saúde através de uma proposta de inclusão, que considera os locais de serviços de saúde como um espaço também para homens. E, por sua vez, estes mesmos espaços e serviços venham a reconhecer a população masculina como o seu público alvo.

Saúde Sexual e Saúde Reprodutiva – prioriza o acesso da população masculina aos serviços e ações voltadas para o cuidado da saúde sexual e reprodutiva, implementando estratégias com a intenção de aproximá-los cada vez mais deste tema.

Doenças presentes na população masculina – tem a intenção de fortalecer o apoio e a assistência de saúde básica aos homens, garantindo e facilitando serviços de qualidade essenciais para enfrentar os mais diversos fatores de risco nocivos à saúde deles.

Paternidade e Família – tem como objetivo sensibilizar linhas e entidades organizacionais, além da população em geral, dos benefícios do contato mais próximo do homem em todas as etapas da gestação, como também na criação e educação de seus filhos(as), favorecendo um melhor vínculo familiar.

Prevenção de Acidentes e Violências – visa criar ações que alertem para a violência sofrida pela população masculina, principalmente a urbana, além do grande número de acidentes em ambientes comuns e de trabalho.

Doenças cardiovasculares

As doenças cardiovasculares são responsáveis por um terço das mortes no Brasil, principalmente de homens. As suas principais causas são: infarto do miocárdio, insuficiência cardíaca e acidente vascular cerebral (AVC). Devido a isso, é importante que a população masculina tenha um ritmo de consultas regulares com um cardiologista, principalmente após os 40 anos ou se já existe algum histórico familiar relacionado.

Cartilha do homem: cuidando da saúde masculina 1
Mantenha a pressão arterial controlada.

Recomendações:

• Manter uma boa alimentação e atividades físicas regulares;
• Evitar consumo de bebidas alcoólicas
• Não fumar;
• Consultas médicas regulares para a medição da pressão arterial, orientação nutricional, dentre outras particularidades.

Câncer de próstata

O câncer de próstata é o segundo tipo mais comum entre os homens no Brasil, perdendo apenas para o câncer de pele não-melanoma. Alguns desses tumores possuem uma ação de forma rápida, espalhando-se para outros órgãos e com grandes chances de óbito.

Devido aos números alarmantes, a campanha Novembro Azul foi criada para conscientizar a população masculina sobre a realização do exame preventivo. Homens a partir dos 40 anos precisam ter uma atenção maior voltada para este assunto. A partir de detecção precoce do câncer, as chances de cura aumentam consideravelmente.

Sintomas mais comuns:

• Vontade de urinar frequentemente à noite (Nictúria);
• Fluxo urinário fraco ou interrompido;
• Disfunção erétil;
• Micção frequente;
• Sangue na urina ou no sêmen;
• Dor no quadril, costas, coxas, ombros ou outros ossos (caso a doença tenha se disseminado);
• Dormência ou fraqueza nas pernas ou pés.

Quem possuir histórico familiar da doença deve ter ainda mais atenção. Nestes casos, é importante avisar o médico urologista, que irá indicar todos os exames necessários.

Doenças do aparelho respiratório

O aparelho respiratório é outra parte do corpo humano que merece atenção, e quando ele não está bem, é possível que ele venha sofrer com algumas doenças, dentre elas: o enfisema pulmonar, tuberculose, bronquite, asma, câncer de pulmão, Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), pneumonia, entre outras.

As complicações que atingem o aparelho respiratório podem ter diversas origens, dentre elas, sociais, culturais e hábitos de vida.

Cartilha do homem: cuidando da saúde masculina
Cuidar da aparelho respiratório é importante.

Recomendações:

• Manter uma boa alimentação e atividades físicas regulares;
• Evitar o consumo de bebidas alcoólicas;
• Não fumar.

Obesidade e a saúde masculina

A obesidade também está no centro das preocupações envolvendo a população masculina. De acordo com uma Pesquisa do Ministério da Saúde, o número de obesos no país aumentou 67,8% entre 2006 e 2018, sendo os homens os mais afetados dentro de uma escala geral.

Os fatores relacionados à obesidade podem ser comportamentais, sociais, culturais, ambientais, psicológicos, metabólicos ou genéticos. No entanto, o estilo de vida sedentário aparece como o grande inimigo da saúde. Algo que pode ser evitado com uma alimentação mais saudável e uma prática de exercícios regulares.

A obesidade aumenta as chances do indivíduo adquirir certas complicações como o diabetes, hipertensão arterial, infarto do miocárdio, infertilidade e apneia do sono (grande causadora de roncos excessivos).

Cuide da saúde!

Cuidar da saúde é de fato a nossa obrigação. Por isso, é de grande importância a realização de consultas médicas periódicas, exames regulares e estar atento e atenta a qualquer sintoma mais diferenciado. E tenha em mente, viver bem é ter saúde!

 

Fonte: Ministério da Saúde

Compartilhe também:

Você pode gostar de ler também

Andropausa: causas, sintomas, tratamento

Andropausa: causas, sintomas, tratamento

Muitos homens, entre os seus 40 e 55 anos, podem sentir ou já sentiram sintomas como indisposição, cansaço cotidiano, queda de cabelo, entre outros. Essas sensações, que à primeira vista podem passar ...

Psoríase: causas, sintomas, tratamento

Psoríase: causas, sintomas, tratamento

A psoríase é considerada uma doença autoimune, de ação crônica e inflamatória, e que normalmente afeta a pele, unhas, couro cabeludo, articulações ou mesmo as partes íntimas de quem a possui. As causa...

x

Precisando da 2ª via do boleto?

Digite o seu CPF e retire a segunda via do boleto

Campo de preenchimento obrigatório

Boletos vencidos podem ser pagos em qualquer banco.